domingo, 4 de setembro de 2016

Sete municípios do Amazonas têm eleições com apenas dois candidatos a prefeito



Do D24am
Manaus - A Confederação Nacional dos Municípios (CNM) divulgou um estudo apontando que sete municípios do Amazonas têm apenas dois candidatos a prefeito e que um município do Estado tem dez candidatos. Segundo analistas políticos, as crises políticas e o fim do financiamento de campanha por empresas, previsto na minirreforma eleitoral, podem ser o principal fator para as poucas opções de candidatos em algumas cidades.      
Os municípios do Amazonas em que apenas dois candidatos disputam os votos dos eleitores são Amaturá, Canutama, Careiro da Várzea, Fonte Boa, Jutaí, Lábrea e Nhamundá. O município de São Gabriel da Cachoeira é o que tem o maior número de candidatos pleiteando a gestão municipal. Ao todo são dez. Manaus tem nove candidatos a prefeito neste ano.

Prazo para saque do abono salarial PIS/Pasep foi prorrogado



Prazo para saque do abono salarial PIS/Pasep foi ampliado até 31 de dezembro de 2016. Segundo o Ministério do Trabalho, cerca de um milhão de trabalhadores ainda não sacaram o beneficio. O abono é de um salário mínimo, atualmente, de 880 reais.
A gerente Regional do Trabalho e emprego em Tabatinga, Lucrécia Chagas, informou que até a semana passada mais de 250 pessoas ainda não haviam feito saque do benefício em Tabatinga, ela destaca quem tem direito ao abono.

Madre Teresa é canonizada pelo Papa Francisco em missa para 100 mil fiéis



 
O Papa Francisco declarou santa neste domingo (4) a madre Teresa de Calcutá, em uma missa de canonização celebrada na praça de São Pedro, no Vaticano, frente a 100 mil fiéis. "Declaramos a beata Teresa de Calcutá santa e a inscrevemos entre os santos, decretando que seja venerada como tal por toda a Igreja", afirmou Francisco.
Conhecida em vida como  "a santa das sarjetas", Madre Teresa de Calcutá foi transformada em santa pela Igreja Católica 19 anos após sua morte. Vencedora do Prêmio Nobel da Paz, ela foi uma das mulheres mais influentes dos 2 mil anos de história da religião, aclamada por seu trabalho com os mais pobres nas favelas da cidade indiana de Calcutá.
A missa para o canonização começou às 10h18 deste domingo (horário local, 5h18 em Brasília) com o canto do hino do Jubileu da Misericórdia. Em seguida, Francisco entrou na praça de São Pedro na habitual procissão. Participam da cerimônia 70 cardeais, 400 bispos e 1,7 mil sacerdotes. O Papa conheceu Teresa pessoalmente, por ocasião de um sínodo de bispos em 1994, em Roma.
Na homilia da cerimônia de canonização, Francisco elogiou seu trabalho "em defesa da vida humana", garantindo que ela fez "sentir sua voz aos poderosos da terra para que reconhecessem suas culpas diante dos crimes da pobreza criado por eles mesmos".